Sexta-feira, 17 de Agosto de 2012

Palavras

 

      Todas as palavras se dirigem a ti. Uma espécie de carta, talvez, mas não quero que leias o que escrevo de ti e para ti. Aliás, não quero que o sintas, sequer. É um pouco estranho mas não faz mal, sabes porquê? Porque tu e eu também o somos. Sim, tu e eu. Prefiro não juntar e talvez nunca junte estas duas pessoas do singular, pois é algo que a razão alcança desobedecendo o meu coração e os meus pensamentos.

publicado por San às 19:48
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Dany a 18 de Agosto de 2012 às 13:26
Mas eu até passava montes sem vir a casa do meu pai, por vezes só cá vinha mesmo uma vez por mês. Mas sabia que ele cá estava que a qualquer momento que eu quisesse ele iria aqui estar :'c

Também te estou a seguir, beijinhos*


De Fii a 19 de Agosto de 2012 às 23:11
Gostei. :)


De Isabela a 20 de Agosto de 2012 às 15:37
Olá querida. Estou a ver que nós andamos num barco parecido neste assunto.
Obrigada pelo elogio. Beijinhos :)


Comentar post

Horas



Música


Meu


Perfil
Tumblr

Visitas


O Diário de uma rapariga
Ice World
Ando lá por fora... volto já. :)
Endless Words
Vozes de uma única harmonia
About me
New Begining
Heart of Coconut
Freedom is my life
Lost Dreams
Chá da Tarde
Eva Criativa
Diário de Filipa